Esta semana, por conta do debate sobre Copyleft que participamos no SESC Tijuca, pudemos perceber que algo faltava em relação ao acervo de nossos artistas depois de baixados da Zamus: o que pode ser feito com os arquivos baixados?

Dentro da Zamus o que pode ser feito é bem explicitado, logo, não há complicações para com o uso do material que os artistas colocaram lá. Mas e fora? Depois que baixaram um álbum, por exemplo, quais os direitos da pessoa que baixou perante este material?

Bom, essa brecha foi resolvida com uma simples implementação da licença Creative Commons. Ou seja, agora o artista pode definir o que a pessoa pode ou não fazer com a música que baixou. Existem 6 licenças Creative Commons e todas elas estão disponíveis para serem utilizadas pelos artistas Zamus. Na prática, os álbuns agora possuem uma imagem mostrando a licença Creative Commons que o governa, e esta informação também está contida nos álbuns baixados, bem como em cada mp3.

          

 

Como não podíamos definir a licença para o artista, todos os álbuns foram colocados na licença CC-BY-NC-ND, que é a mais restritiva.  Assim diz esta licença:

Esta é a mais restritiva das nossas seis licenças, só permitindo que outros façam download dos seus trabalhos e os partilhem desde que lhe sejam atribuídos os devidos créditos, mas não podem alterá-los de nenhuma forma ou utilizá-los para fins comerciais.

Por isso, convidamos todos os artistas à estarem alterando suas licenças caso queiram permitir que  outros possam fazer mashups e/ou uso comercial de sua obra.

E você, já conhecia o Creative Commons? Já o utiliza? Dê a sua opinião!

Zamus, Educação e Tecnologia para o Novo Mercado da Música.

FALE CONOSCO

Envie um e-mail para nós e ficaremos felizes em respondê-lo.

or

Log in with your credentials

or    

Forgot your details?

or

Create Account